sexta-feira, 7 de novembro de 2008

A história do Ravioli que virou Papardelle...

No último domingo fui inventar de fazer um ravioli de abóbora com castanhas de caju. A idéia era ótima pois adoro qualquer coisa feita com abóbora e naquele dia estava com vontade de comer alguma massa. Então lá vai o mané pra cozinha. Organizei os ingredientes para a foto do blog e comecei a fazer a receita. Tudo deu muito certo até a hora de rechear os raviolis. Eu comprei uma forma múltipla de pastéis nessas lojas baratas de R$ 1,99 e achei que era a hora de experimentá-las. Fiz a massa, abri no cilindro e joguei por cima da fôrma de pastéis para fazer os raviolis, mas na pressa ou na falta de atenção, esqueci de jogar farinha na massa ou por cima da fôrma. Os raviolis ficaram muito bonitos, dentro da fôrma, mas na hora de desenformá-los o desastre aconteceu, nenhum deles quis saber de se soltar das fôrmas. Parecia que tinham nascido um para o outro, os raviolis e a fôrma. O casamento perfeito que ninguém consegue destruir, a união até que a morte os separe. Resultado, os raviolis foram todos para o lixo. Daí surgiu um impasse, eu estava com fome e sem paciência alguma para fazer mais alguma coisa para comer, também não queria sair e comer em algum restaurante fora. Então resolvi cortar o resto de massa em listras grossas (papardelle), cozinhei na água com azeite e sal e cobri com o restante do recheio dos raviolis que tinha sobrado. Não é que saiu um almoço perfeito... Ficou uma delícia, até passou a raiva do desastre. Mas qualquer dia esses raviólis voltam, da maneira correta.



DIFICULDADE: Média
TEMPO DE PREPARO: 1 hora
CUSTO: R$ 10,00
RENDIMENTO: 4 porções


Ingredientes:

♦ 2 colheres de sopa de azeite
♦ 150 g de abóbora cortada em cubos pequenos
♦ 3 colheres de sopa cheias de castanha de caju moídas
♦ 1 dente de alho picadinho
♦ A metade de uma cebola média bem picada
♦ 3 tomates cereja
♦ sal a gosto
♦ tomilho fresco a gosto
♦ água suficiente para amolecer a abóbora

Modo de preparo:

Passo 1: Coloque o azeite numa panela e frite o alho e a cebola.



Passo 2: Adicione os cubos de abóbora.


Passo 3: Adicione os tomates picados.




Passo 4: Adicione o sal.




Passo 5: Adicione o tomilho fresco.


Passo 6: Vá adicionando água aos poucos, deixe cozinhar, adicione mais água, até que a abóbora amoleça.


Passo 7: Adicione as castanhas de caju moídas por último.

Passo 8: Abra a massa com rolo ou no cilindro. Eu abri no cilindro e emendei as tiras, achei mais fácil. NÃO ESQUEÇA DE COLOCAR FARINHA NAS FÔRMAS DE RAVIOLI, OU NA MESA CASO VOCÊ VÁ FAZER OS RAVIOLIS SOBRE A MESA E FECHAR COM CARRETILHA OU CORTADOR DE MASSA. Recheie os raviólis. NÃO COLOQUE TANTO RECHEIO COMO EU COLOQUEI.



Passo 9: Cubra com outra lâmina de massa.



Passo 10: Feche com rolo.








Passo 11: Depois de prontos, cozinhe os raviólis em bastante água com um fio de óleo ou azeite e cubra com molho de sua preferência.
No meu caso, como so raviólis deram errado, cortei o restante da massa como massa de papardelle, cozinhei essa massa em água, azeite e sal, fiz um alho frito no óleo e joguei por cima da massa cozida. Misturei bem e por cima coloquei o restante do recheio de abóbora. E não é que ficou uma delícia.




13 comentários:

Letrícia disse...

Ô, Beto, que dó. Eles iam ficar lindos. Esse recheio/molho deve ser bom demais.

Beijos!

Ziza disse...

Puxa, aposto que nem sentiste falta dos ravioles, hehe. Ficou lindo, adoro massa com abóbora.
Bjs e bom final de semana.

Glau disse...

hehehe adorei a parte "nascidos um para o outro"
Esse é o famoso se vira nos 30!

Tô gostando de ver a mudança constante no layout! é sempre uma novidade :)

Bjos, glau

Canela disse...

Beto
Gostei do volte face!Os raviolis não podiam levar a melhor...

Canela disse...

Beto
Sou eu outra vez,tenho um desafio,visita-me ok?
Bj

Magia na Cozinha disse...

Puxa Beto! Estes equívocos aconetecem com todo mundo!
Uma vez fiz um Bolo de Côco e esqueci do fermento... :(
Tive que por fora. Quase morri, mas não teve outro jeito. Morro de pena de desperdiçar os ingredientes.
Ainda bem que vc aproveitou um pouco e teve um almoço gostoso.
Bjs :)

Mari Azevedo disse...

Beto, que pena teus raviollis terem dado errado... tão lindos que ficaram... =[
Ainda bem que você no final das contas fez este delicioso parpadelle!!!
Ainda não ousei fazer massa caseira porque não tenho cilindro, mas é uma coisa que morro de vontade... quem sabe qdo comprar o meu, eu nao começo?
Amei teu novo layout... o blog ficou ainda mais lindo!
Beijo!!

Célia disse...

Num fiz tal coisa mas ao que parece pelo aspecto deve ser uma delicia...

Gina disse...

Beto, também gosto de tudo que leva abóbora. Aliás, estou na fase da abóbora, fiz uma receita salgada ontem e vou fazer uma doce amanhã com a dita cuja.
Seus raviolis tinham tudo pra dar certo. Infelizmente, todo mundo passa por isso, mas que chateia, ah, chateia!
Quanto ao layout, meu Deus, está lindíssimo, até chamei meu marido pra ver!
Bjs.

Manuela © disse...

Raviolis caseiros... Ai que trabalheira! Foi pena não terem acertado.

Nunca experimentei massa com abóbora, deve ser uma delícia mesmo :)

clau disse...

Sua estòria lembrou alguma das minhas, hihihi.
Mas um desastre nunca serà um desastre de verdade se um consegue dar a volta por cima e se salvar com um resultado gostoso, como no seu caso!
Pq um bom cozinheiro se conhece em momentos assim, me acredite...!
Uma boa semana ai para vc.
Bjs!

Mari disse...

Criatividade é tudo! Aposto que ficou uma delícia.

Jusli Jux disse...

Adorei seu blog! Parabéns!