domingo, 23 de novembro de 2008

Refeição completa - Arroz moreninho, carne de panela com tomilho e batatas em molho de mostarda e mel.

.

Hoje eu fiz um almoço bem simples porém muito gostoso e nele há uma dica que pode ajudar algumas pessoas. Alguma vez na vida, fazendo o arroz, você pode ter se esquecido da panela no fogo e quando voltou o tempero do arroz estava queimando, certo? Qual é a atitude a se tomar? Jogar fora e começar tudo de novo? Eu aprendi com a mãe da Ilka que o arroz pode ser queimado sim, e que fica delicioso. Nesse post resolvi passar a forma de se fazer esse arroz, e que foi bastante elogiado num churrasco que eu participei no feriado do dia 20 passado. Muitas vezes eu substituo o arroz branco por esse moreno. Para servir com o arroz fiz uma carne de panela (acém) com bastante tomilho, pimentão amarelo e cebola e como prato frio, uma salada de batatas temperada com o molho de mostardas mais maravilhoso do mundo (risos). Esse molho pode ser usado para salada de tomate e também para saladas de folhas. O toque de mel deixa o molho agridoce, bem ao meu gosto.
.

DIFICULDADE: Fácil
TEMPO DE PREPARO: 1 hora (para preparar os 3 pratos)
CUSTO: R$ 23,00
RENDIMENTO: 3 porções

.

Ingredientes para o arroz
.
♦ 1 copo (daqueles de requeijão) de arroz lavado e escorrido
♦ 2 copos (o mesmo copo) de água fervente
♦ 1/2 cebola média picada
♦ 1 dente de alho picado
♦ 4 colheres (das de sopa) de óleo
♦ 1 colher (das de sobremesa ) de sal


Modo de preparo:

Passo 1: Numa panela coloque o óleo e a cebola picada.


Passo 2: Sempre chacoalhando a panela, sempre misturando, deixe a cebola dourar e amolecer no óleo quente.

Passo 3: Quando já estiver bem dourada, adicione o alho. O alho é colocado depois, e não juntamente com a cebola, porque ele queima mais rápido.


Passo 4: Deixe os temperos queimando até ficarem bem dourados. O importante é que ele não escureça demais.


Passo 5: Adicione o arroz lavado e escorrido e misture com os temperos.


Passo 6: Adicione o sal.


Passo 7: Mexa bem essa mistura para queimar também o arroz. Você deve ficar mexendo sem parar. Para se ter uma idéia de tempo, desde quando coloquei a panela no fogo com o óleo até o momento de colocar a água (que será o próximo passo) levei 11 minutos.


Passo 8: Quando estiver tudo bem moreninho, adicione a água fervente. A água sobre os temperos e o arroz queimado fará soltar uma cor marrom no caldo.


Passo 9: Quando a água secar desligue o fogo e aguarde 5 a 10 minutos para servir o arroz.

.

Ingredientes para a carne de panela
.

♦ 1 quilo de carne de panela (usei o acém). Pode ser músculo, maminha, fraldinha.
♦ 5 colheres de sopa de azeite de oliva
♦ 1 pimentão amarelo cortado em pedaços pequenos
♦ Uma cebola média bem picada
♦ Alguns ramos de tomilho
♦ Sal a gosto

Modo de preparo:

Passo 1: Na panela de pressão coloque o azeite, a cebola, o pimentão e os ramos de tomilho.


Passo 2: Adicione a carne em pedaços grandes.


Passo 3: Adicione 1 xícara de água e uma colher (das de chá) de sal.
Passo 4: Feche a panela de pressão. Ligue o fogo forte e deixe cozinhar até quase secar a água. Você percebe isso pois a panela começa a chiar cada vez menos, e a pressão começa a parar de sair da panela. É o momento de abrir a panela, com cuidado, e verificar se o sal está bom e se a maciez da carne está do seu gosto. Caso precise de mais cozimento, adicione mais água e volte ao fogo sob pressão. Em casa eu abri a panela com 30 minutos de cozimento e tive que adicionar um pouco mais de água e cozinhar por mais 30 minutos.



Ingredientes para a salada de batatas com molho mostarda
.

♦ 1/2 xícara de azeite de oliva
♦ 1/4 de xícara de vinagre de álcool
♦ 1/8 de xícara de mostarda
♦ 1 colher (das de café) de sal
♦ 4 colheres (das de sopa) de mel
♦ 1/2 xícara de cebolinha picada


Modo de preparo:

Passo 1: Misture todos os ingredientes numa vasilha.

Passo 2: Com um batedor misture os ingredientes por alguns minutos.



Passo 3: Após bater bastante o molho ele fica com uma aparência emulsionada. Os componentes líquidos "misturam-se" aos componentes oleosos.



Passo 4: O molho está pronto para aplicar a qualquer salada. Eu cozinhei batatas em pedaços, dei um banho de gelo para parar o cozimento das batatas e deixá-las firmes para receber o molho.



14 comentários:

Magia na Cozinha disse...

Ficou tudo super caprichado Beto. A panela de pressão é uma grande ajuda.
Este molhinho parece delicioso. Aqui eles tem que se chama "honey dressing". Fiquei curiosa para ver se o gosto é semelhante.
Bjs :)

Tânia Saj disse...

Beto...minha sogra(portuguesa) só fazia arroz assim na casa dela, a cebola era queimada propositalmente para deixar o arroz escuro...mas....sabe que nunca fiz em casa? Hummm a carninha também tá com uma aparência deliciosa e essa batatinha com o toque de mel deve ter ficado divina!
Eu topava esse pratinho sem cerimônia!
Bjs

Mari Azevedo disse...

Beto, que delícia de almoço!! Amei esse arroz moreno, a carne de panela ficou um espetáculo e a saladinha de batatas então... meu Deus, que pecado!! Como boa batatóloga que sou, certamente vou testar aqui em casa... =D
Aliás.... vou testar a refeição todinha, menino... você é talentoso demais da conta, fico babando nos teus pratos!!!
Bjãoooo

Silvia Arruda disse...

Você ainda diz que esse almoço é simples??? Além de delicioso, está na cara o carinho ao preparar todos estes pratos!!!

Priscila L. Beneducci Afonso disse...

Para variar vc está sempre de Parabéns! Sua Torta de Maça com Espelho de Laranja, ficou linda! Eu já assei dela igualzinha no passado e sei o quanto é bom. Agora o recheio dela aqui em casa é o Creme Bavaro, igual o seu, só que com um modus de preparo diferente, sem cozinhar o creme de leite junto. Quiche de Alho Poro nos aqui em casa amamos, como diz meu filho (17 anos) é o unico acebolado que come. Tem textura de acebolado só que bem mais gostoso! A sua Maminha ficou linda! Eu sou mais velha que vc, essa receita a familia aqui já faz a anos, é uma das nossas preguiçosas prediletas. Apareceu pela 1.a vez no Note & Anote epoca da Ana Maria Braga atraves da Cecilia Biju com o nome de Guisado de Carne, ela preparou com Acém em cubos. a Cidinha Santiago fez na Olga Bongiovanni (antigo Dia-a-Dia na Band) com cubos de Coxão Mole), depois foi o Chef Daniel Bork já no Receita Minuto fez um Peixinho de Boi igual voce fez a sua, depois veio a Ana do Mais Você que fez a sua Maminha Italiana. Eu não fiz essa receita este ano, minha irmã Cristine fez. Por coincidencias no dia que nasceu lá eu apareci de surpresa. Ela mudou, trocou a Malzebir por Cerveja Skoll. Ela disse que o marido achava que o caldo nascia com um sabor muito forte: Ela fez Acem com Cerveja Clara Pilsen, Pomarola + Sopa Creme de Cebola. Depois ela fez a mesma coisa com Coxas de Frango, Cerveja Clara, Pomarola + Sopa Creme de Cebola (ficou com mais liquido ralo dentro da panela de pressão). O sabor ficou otimo com cerveja clara, e caldo ficou com um sabor menos forte mesmo. Me lembrei o que me fez entrar aqui agora de manhã: sabe aquela Essência de baunilha da marca Fleschmann, aqui em Minas ela custa R$ 1,00 mais caro que a Dr. Oetker, paguei R$ 4,90. Me surpreendeu, ela está sobrevivendo as fornadas no forno. Pode assar qualquer massa de bolo de aniversario no forno com 1 tampinha dela só. Além de cheirar muito na massa crua, o forno cheira a baunilha e a massa pronta ainda tem cheiro de baunilha e sabor de baunilha. As outras marcas não resistem ao forno de jeito nenhum. A Vanilla em pó de potinho da Mix que era o que eu estava usando para forno, nem chega aos pés do resultado assado com a Baunilha liquida da Fleschmann. Se topar com ela por ai, pode comprar de monte. Aqui eu bebo Baunilha, de tanto que eu gasto. Só que ela rende menos, rende só 6 tampinhas de baunilha. A tampinha dela vale por 1 colher de sopa gordona. Quer dizer vai custar R$ 1,00 a mais cada fornada, mas o resultado vale a pena. Já apelei assar como a Isamara fazia com Pudim de Baunilha em pó, mas também sobrevive pouco o sabor no forno. Agora sou fiel a Baunilha Fleschmann, que superou a concorrencia com receita industrial deles. Beijão da Pri de Minas Gerais

receitasdapiteca disse...

Hummm...esse toque agridoce deve de ter ficado espectacular! Adorei! Bjs.

Canela disse...

Beto
Muito boa essa refeição,não junto arroz com batata,mas teria muita dificuldade em escolher qualquer dos 2 com um aspecto fabuloso.Adorei esse molho das batatas.
Bj

Larissa disse...

Beto, eu fico sumida do mundo cyber às vezes, mas quando volto eu PRECISO passar por aqui: é uma necessidade mesmo! (risos)

Eu adoro esse esquema que você faz do passo-a-passo, é ótimo. Mas o que mais me desperta atenção por aqui são as receitas, tão simples e tão costumeiras, tão "familiares".

Para algumas pessoas, o barato é fazer coisas elaboradas com ingredientes caros. Eu também adoro o exótico, nada contra, mas às vezes o que sentimos falta mesmo é da comidinha caseira, cotidiana, que devolve às nossas papilas gustativas as memórias dos sabores da infância.

Tem dias que eu trocaria qualquer prato sofisticado pelo ovo frito "mágico" que minha fazia! (risos) E nada com um arroz frequinho para acompanhar... Adoro tudo aqui. beijos!

edinha disse...

Que delícia de refeição.Adorei tudo :)
Beijinho

Mão na Massa disse...

Olá beto!

À tempos que não te visitava!
Como tenho estado ocupada no livro do desafio (tens lá pagina) não tenho tido mt tempo para visitas.
Esta receita que preparas-te deve ser óptima!

Bjs!

Clô disse...

Queria lhe diser que tudo o que faz têm bom aspecto e deve saber ainda melhor, mas agora cada vez que abro o seu blog fico com uma vontade de comer essa meloa ;)

Téia disse...

BEEETO, que maravilha de cardápio, você gosta de confort food, como eu, então, sempre fico com vontade de fazer várias das suas receitas. Adorei a dica do arroz e o molho de mostarda está divino. Enfim, como sempre, arrasou. Bj grande.

Goreti disse...

Que delícia, Beto esse blog cada dia dia que passa fica melhor, parabéns!

Beijos!!!

Emília disse...

Olá Beto! Prato super caprichado e delicioso! O arroz fica com uma cor muito bonita!
Beijinhos